8º final, 2ª mão, FC Porto - Atlético de Madrid (11-03-09)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

8º final, 2ª mão, FC Porto - Atlético de Madrid (11-03-09)

Mensagem  crazy_angel17 em Qua 11 Mar 2009 - 9:25

Hoje tem lugar no Estádio do Dragão a 2ª mão dos 8os de final da Liga dos Campeões.

O jogo realiza-se às 19:45, com transmissão na Sport Tv. Para quem não tem,, pode ser acompanhar pela rádio! Wink


Força Atlético!

_________________


avatar
crazy_angel17
Administradora
Administradora

Feminino
Número de Mensagens : 1533
Idade : 30
Localização : Azeitão (terrinha atrás do sol posto)
Simões : 636
Data de inscrição : 22/02/2008

Ver perfil do usuário http://simaosabrosa.livre-forum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 8º final, 2ª mão, FC Porto - Atlético de Madrid (11-03-09)

Mensagem  crazy_angel17 em Qui 12 Mar 2009 - 3:32

Isto é ser grande. Isto é ser digno do mais elitista galarim do futebol europeu. Opulento, no cume da sua maturidade, o F.C. Porto eliminou o A. Madrid e está entre os oito melhores da Liga dos Campeões. Os dragões ultrapassaram a terrível barreira psicológica dos oitavos-de-final (bloqueada desde a época dourada de 2003/04) e demonstraram poder sonhar com muito mais.

Numa actuação equilibrada e bem gerida, os dragões até se podem queixar do empate a zero bolas. O nulo não reflecte uma superioridade patenteada em grande parte da peleja. Jesualdo Ferreira e a sua equipa estão de parabéns. Esta foi a inequívoca prova da sua maioridade.

Dois «caçadores» e a roleta russa

Duelo de nervos. Dois pretendentes ao sucesso e uma certeza: o primeiro a errar tombaria da Liga dos Campeões. Olhos nos olhos, as armas em cima da mesa, memória de uns jovens De Niro e Walken no «O Caçador», de Michael Cimino. Roleta russa, uma bala apenas, o medo a fervilhar na ambição de dois outsiders da prova.

Abel Resino deixou Diego Forlan, povoando o meio-campo com três homens (um brilhante Assunção, Raul García e Maxi Rodríguez) e colocando Sinama Pongolle e Simão nas alas. Com isto, tentou retirar espaço e tempo a Lucho e Raul Meireles, os lançadores portistas. Conseguiu-o, mas apenas a partir da meia-hora.

Os primeiros 30 minutos foram do F.C. Porto. Decidido, concentrado, competitivo. Os tricampeões nacionais entraram fortes, criaram duas boas situações para marcar (Bruno Alves num livre e Fernando através de um remate à entrada da área) mas desvelaram os defeitos do costume nas partidas em casa: sem relva livre para galgar, o trio da frente não rende o mesmo.

Isto é o futebol moderno

Receoso, expectante, apenas figurante nos primeiros 35 minutos, o A. Madrid melhorou muito a partir do momento em que logrou estancar a(s) fonte(s) da criatividade azul e branca. Antes do intervalo, Aguero ridicularizou Sapunaru num lance de contra-resposta e provocou as primeiras vertigens de ansiedade no Dragão. A segunda parte confirmaria a tónica do equilíbrio vigente no tempo de descanso.

O futebol moderno, de alta competição, é isto. Dois conjuntos muito compactos, mentalmente sólidos e capazes de gerir os inevitáveis altos e baixos de um jogo com estas características. Em Portugal, nesta altura, só o F.C. Porto parece ter condições para isto: jogar a um ritmo muito elevado, sem falhas graves e durante grande parte dos 90 minutos.

Hulk à trave, Lisandro ao poste

A equipa de Jesualdo Ferreira ainda esteve algo hesitante na fase inicial do recomeço, mas depois mostrou que é, indubitavelmente, superior a este A. Madrid. Uma palavra para o extraordinário nível de Fernando e Raul Meireles, sempre em altas rotações, e para o jogo em crescendo de Lisandro, Rodríguez e Hulk.

Nó desenlaçado pelo meio-campo do F.C. Porto e os três avançados a fazer das suas. Hulk à trave aos 77 minutos; Lisandro ao poste aos 81 e a festa do golo injustamente adiada. O F.C. Porto concluiu fortíssimo um duelo de nervos que merecia ter vencido. Empatou, mas segue confiante, maduro e orgulhoso rumo aos quartos-de-final. O futebol português agradece.


crédito: http://www.maisfutebol.iol.pt/noticia.php?id=1048937&div_id=1491

Confesso que nem me dei ao trabalho de ler porque isso deve ser mais a falar mal do Atlético do que outra coisa, só por eles terem jogado com uma equipa portuguesa!

_________________


avatar
crazy_angel17
Administradora
Administradora

Feminino
Número de Mensagens : 1533
Idade : 30
Localização : Azeitão (terrinha atrás do sol posto)
Simões : 636
Data de inscrição : 22/02/2008

Ver perfil do usuário http://simaosabrosa.livre-forum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 8º final, 2ª mão, FC Porto - Atlético de Madrid (11-03-09)

Mensagem  crazy_angel17 em Qui 12 Mar 2009 - 3:36

Destaques:

Fernando, olhem como o miúdo cresceu
Deu o mote para uma grande noite aos 33 minutos, quando de primeira encheu o pé para grande defesa de Léo Franco. O brasileiro atirou para aquele que arriscava ser o melhor do golo da curta carreira. A partir daí o meio-campo foi dele. Recuperou imensas bolas, saiu a jogar, até fez passes longos e bem medidos. A Liga dos Campeões já é a sua casa.


Raul Meireles, um poço de força
Quase fazia aquele que podia ser o melhor golo da Liga dos Campeões. Na marcação de um livre, a uns bons quarenta metros da baliza, percebeu o adiantamento de Léo Franco e colocou a bola no ângulo, mas o argentino foi lá buscá-la. Esse instante foi apenas o mais relevante de uma noite de muito esforço, na recuperação e na construção ofensiva.


Lisandro, tanto esforço merecia um prémio
Impressionante o que argentino correu! Uma noite saudosista, a fazer recordar as melhores noites de Lisandro Lopez no F.C. Porto. Faltou-lhe apenas o golo, que podia ter marcado aos 81 minutos, quando a bola bateu no poste. Disputou todas as bolas, deu o mote para os companheiros e tentou de todas as formas o golo. Não anda com sorte.


Sapunaru, talvez a melhor noite no Dragão
35 minutos de jogo. Sapunaru entra em sprint com Aguero e durante vinte metros não foi capaz de lhe dar um encosto que pusesse fim à jogada. Aguero isolou-se e por pouco não fez estragos. Um minuto infeliz. Mas foi só. No resto do jogo não deu veleidades a ninguém e apoiou sempre o ataque. Fartou-se de correr e saiu com cãibras. Aplausos.


Hulk, onde andou o resto do tempo?
Demorou a entrar em jogo. Demorou uma eternidade a entrar em jogo, aliás. Passou toda a primeira parte incapaz de fazer a diferença. Na última meia-hora apareceu, por fim, depois de uma jogada em que trocou as voltas a António Lopes. A partir daí foi uma seta apontada à baliza do Atlético. O F.C. Porto entrou no seu melhor período.


Paulo Assunção, não mudou muito
No regresso ao Dragão não viveu uma noite fácil. De cada vez que tocava na bola ouvia um coro de assobios. Ouviu até muitos insultos cantados em uníssono. Mas não se intimidou. Numa prova de maturidade enorme, aliás. Depois foi o costume, um médio incansável, que se fartou de recuperar bolas, cortar linhas de passe e empurrar a equipa.


Léo Franco, outra vez ele
O guarda-redes argentino é o principal responsável por o F.C. Porto não teve vencido nenhum dos jogos. Até porque podia ter ganho ambos. Tal como tinha feito em Madrid, voltou a travar várias vezes o golo adversário, por exemplo a remates de Raul Meireles, ou Lisandro, ou Lucho, ou Fernando. Mas sobretudo num cabeceamento de Rolando.


Kun Aguero, é craque sim senhor
O genro de Maradona mostrou, como se ainda precisasse, que toda a fama que tem vive por ele mesmo. Muito sozinho na frente de ataque, sobretudo porque Abel Resino começou por deixar Forlán no banco, deu trabalho pelas barbas à defesa portista. Foi a todas, chamou a equipa e ficou perto de marcar num cabeceamento na segunda parte.



crédito: http://www.maisfutebol.iol.pt/noticia.php?id=1048939&div_id=1491

O Simão também é gente, ya? Não me venham dizer que jogou mal!

_________________


avatar
crazy_angel17
Administradora
Administradora

Feminino
Número de Mensagens : 1533
Idade : 30
Localização : Azeitão (terrinha atrás do sol posto)
Simões : 636
Data de inscrição : 22/02/2008

Ver perfil do usuário http://simaosabrosa.livre-forum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 8º final, 2ª mão, FC Porto - Atlético de Madrid (11-03-09)

Mensagem  crazy_angel17 em Qui 12 Mar 2009 - 3:42

Opiniões:


Abel Resino: «O penalty sobre Simão é claro e fez a diferença»
Abel Resino, em declarações no final do empate (0-0) no Dragão, que eliminou o At. Madrid da Liga dos Campeões, acusando o árbitro de não ter assinalado uma grande penalidade e dizendo que isso fez a diferença:
«A ideia era chegar ao intervalo com um bom trabalho defensivo, porque o F.C. Porto é muito forte na frente, e lançar o Forlán na segunda parte para chegar à vitória. Mas faltou-nos força física na parte final. Houve um penalty claríssimo na área do F.C. Porto e isso podia ter feito a diferença. O penalty sobre Simão é claríssimo. O adversário jogou muito fechado atrás, o que nos impediu de criar boas ocasiões de golo. Na segunda parte preferimos o contra-ataque para abrir mais espaços, mas não chegou para marcar um golo. A nossa ideia era dar a primeira parte, ir mudando o jogo e conseguindo tomar conta dele. O F.C. Porto foi melhor do que nós em Madrid e isso fez a diferença. Nunca teve de se descobrir, esteve sempre atrás, defendeu bem e nunca precisou de deixar a defesa desguarnecida. Gostava de ter visto o que tinha acontecido se o penalty fosse marcado e o F.C. Porto tivesse de subir em campo.»


Paulo Assunção: «Os assobios? Só me motivaram»
Paulo Assunção, médio do At. Madrid, em declarações após o empate a zero no Estádio do Dragão, jogo que marcou o seu regresso ao recinto azul e branco:
«Fizemos uma grande partida e se calhar só não passámos porque o árbitro não assinalou um penalty sobre o Simão. Os assobios? Motivaram-me muito. Não me afectaram nada. Estive três anos no F.C. Porto, fui sempre exemplar e ainda hoje falei com todos os meus antigos colegas. Fui abraçado por todos eles, pois não fiz mal a ninguém.»
Sobre a Selecção Nacional:
«Portugal deu-me tudo. Vamos esperar a decisão de quem manda.»



Maniche: «Espero que o F.C. Porto ganhe a Liga dos Campeões»
Maniche, jogador do At. Madrid, em declarações após o empate a zero bolas no Estádio do Dragão.
«Este clube, o F.C. Porto, diz-me muito. Agradeço o apoio e as palavras de todos os adeptos portistas. Espero que o Porto chegue longe na Liga dos Campeões e, se possível, vença a competição. Há muitas equipas fortes e é necessário ter muita sorte também, mas o F.C. Porto tem uma grande equipa.»


crédito: http://www.maisfutebol.iol.pt/

_________________


avatar
crazy_angel17
Administradora
Administradora

Feminino
Número de Mensagens : 1533
Idade : 30
Localização : Azeitão (terrinha atrás do sol posto)
Simões : 636
Data de inscrição : 22/02/2008

Ver perfil do usuário http://simaosabrosa.livre-forum.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 8º final, 2ª mão, FC Porto - Atlético de Madrid (11-03-09)

Mensagem  Pereira_Girl em Sex 13 Mar 2009 - 10:20

Poor Simon!

M**** para o Porto... grrrr!

_________________


*Just to Damn Sexy*
avatar
Pereira_Girl
Sub - 21

Feminino
Número de Mensagens : 599
Idade : 25
Simões : 247
Data de inscrição : 05/04/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 8º final, 2ª mão, FC Porto - Atlético de Madrid (11-03-09)

Mensagem  Dani em Sex 13 Mar 2009 - 11:26

Foi realmente uma pena o Atlético ter perdido... mas plo que eu ouvi o Porto até jogou bem... Enfim... Tadinho do Simãozinho... Crying or Very sad
avatar
Dani
Estrela em Ascenção

Feminino
Número de Mensagens : 721
Simões : 214
Data de inscrição : 19/06/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 8º final, 2ª mão, FC Porto - Atlético de Madrid (11-03-09)

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum